Em Português  In English
Cruz de Cavaleiro de Cruz de Ferro com Folhas Douradas de Carvalho, Espadas e Diamantes
Página PrincipalIntrodução da Segunda Guerra MundialHolocausto na Segunda Guerra MundialBiografias da Segunda Guerra MundialEventos da Segunda Guerra MundialArmamento da Segunda Guerra MundialMultimédia da Segunda Guerra Mundial

Auschwitz

// Informações relativas ao campo de concentração de Auschwitz.

Encontra-se nas proximidades de Cracóvia, na Polónia, utilizado pelos nazis durante a Segunda Grande Guerra como parte do plano Solução Final.

Os nazis construíram Auschwitz em Abril de 1940 sob a direcção de Heinrich Himmler, chefe de duas organizações nazis (as SS e a polícia secreta Gestapo). O campo de Auschwitz, inicialmente, mantinha prisioneiros políticos da Polónia ocupada vindos de outros campos de concentração da Alemanha. A construção de Birkenau (a poucos quilómetros de distância de Auschwitz), também conhecido por Auschwitz II, iniciou-se em Outubro de 1941 e incluiu uma secção feminina a partir de Agosto de 1942. Birkenau tinha quatro câmaras de gás, desenhadas com o objectivo de se assemelharem a chuveiros, e quatro fornos crematórios, usados para incinerar os cadáveres. Cerca 40 campos satélite foram construídos nas redondezas de Auschwitz, sendo campos de trabalho e conhecidos por Auschwitz III. O primeiro foi construído em Monowitz e mantinha polacos que tinham sido forçados pelos nazis a abandonar as suas cidades.

Os prisioneiros eram transportados por comboio de toda a Europa sob a ocupação nazi. Chegados ao complexo eram divididos em três grupos. Um grupo, passadas algumas horas, era levado para Birkenau, onde era possível de gasear e cremar cerca de 20.000 pessoas num só dia. Em Birkenau, os nazis usavam um gás designado por Zyklon-B nas câmaras de gás. Um segundo grupo de prisioneiros era usado para trabalho escravo em fábricas como as companhias I.G. Farben e Krupp (armamento), tendo sido, no complexo de Auschwitz, registados 405.000 prisioneiros nessa situação entre 1940 e 1945. Destes, cerca de 340.000 pereceram devido a execuções, maus tratos, fome e doenças. Alguns prisioneiros sobreviveram, com a ajuda do industrial alemão Oskar Schindler, que salvou aproximadamente 1.000 judeus polacos ao fazer deles seus trabalhadores na sua primeira fábrica perto de Cracóvia e, mais tarde, na Checoslováquia. O terceiro grupo, a maioria gémeos e anões, era usado para experiências médicas por parte de médicos, tal como, Josef Mengele, também conhecido por Anjo da Morte.


  Os funcionários do campo eram, em grande parte, prisioneiros. Alguns deles eram seleccionados para serem vigilantes (Kapos) e outros para serem trabalhadores nos crematórios (sonderkommandos) existentes no campo, sendo membros destes grupos mortos periodicamente. Os prisioneiros eram controlados pelos membros das SS, existindo ao todo 6.000 a trabalhar no campo de Auschwitz.

Em 1943, as organizações de resistência começaram a organizar-se no campo de concentração. Estas organizações auxiliavam a fuga de alguns prisioneiros, sendo provenientes dos fugitivos notícias de extermínios em massa tal como a morte de centenas de milhar de judeus vindos da Hungria entre Maio e Julho de 1944. Em Outubro de 1944 um grupo de trabalhadores dos crematórios destruíram uma das câmaras de gás do campo de Birkenau. Eles e os respectivos cúmplices, como um grupo de mulheres do campo de trabalho de Monowitz foram assassinados.

Quando o exército soviético libertou o campo de Auschwitz a 27 de Janeiro de 1945, encontraram cerca de 7.600 sobreviventes aí abandonados. Mais de 58.000 prisioneiros haviam sido evacuados pelos nazis e, finalmente, mortos na Alemanha.

Em 1946 a Polónia fundou o museu no local do campo de concentração de Auschwitz em memória das respectivas vítimas. Em 1994, cerca de 22 milhões de visitantes (700.000 anualmente) tinham então trespassado o portão onde foi escrito, cinicamente: O trabalho liberta.




 » Classif.: 
 »  2,85 (47 votos)

Comentários
Código da Validação:




Código da ValidaçãoRefrescar Código

» Regras de Utilização
[Fechar]
cid paiva santos
06 de August 2016 às 17:47:22
» Responder
» Permalink
triste muito triste
Lilian Jockey
22 de September 2016 às 08:01:17
» Responder
» Permalink
Triste muito triste! Lilian jockey esta se sentindo muito triste... :(
Anterior 1/1 Próxima
TextoMultimédia da Segunda Guerra MundialLoja
Anterior 1/4 Próxima
Opções
Tamanho da letra » A+ / a- Imprimir » Imprimir
Comentar » Comentar Ver Comentários » Ver Comentários
Newsletter
Loja
  Amazon.com

  ebay.com

Estatísticas

Números do Site:
#Artigos: 187
#Multimédia: 772
#Cronologia: 538
Comentários