Land-Wasser-Schlepper

Trator-terra-água

// O trator anfíbio alemão que foi criado para ser usado na invasão das Ilhas britânicas.


// 
Características
Tripulação 2 + 20 passageiros
Peso 13.000kg
Motor

1 motor Maybach

ML120 V12 de 300hp
Velocidade
35km/h (estrada)
12km/h (água)
Comprimento 8,60m
Altura 3,16m
Largura 3,13m
Blindagem Nenhuma
Armamento Nenhum
A Rheinmetall Borsig foi selecionada em 1936 para desenvolver um trator que pudesse ser utilizado em operaões anfíbias. A idéia era que esse veículo fosse capaz de rebocar um trailer especial que podia flutuar, sendo capaz de carregar veículos ou equipamentos de até 18.000kg. A Rheimetall respondeu ao pedido com o veículo anfíbio Land-Wasser-Schepper (LWS). 
 
O estranho veículo passou por diversos testes sem chamar muita atenção até a se iniciar os preparativos da Invasão da Inglaterra (Operação Leão-marinho) que nunca ocorreu. Sem dúvida alguma esse veículo seria de grande utilidade na travessia do Canal da Mancha, mas o resultado da Batalha da Inglaterra pendendo para o lado dos Aliados e um grande atraso fez com que o projeto do LWS só decolasse em 1941. Entrando em serviço em 1942 ele foi bastante útil na União Soviética e no Norte da África.
 
Algo que contava contra o LWS era sua falta de blindagem. E em operações militares como era esperada na planejada Invasão da Inglaterra, a blindagem seria essencial. Caso contrário os dois tripulantes mais os vinte homens que seria capaz de levar, acabariam sendo abatidos facilmente pelas defesas Britânicas nos riscos que uma invasão anfíbia acarreta. Após três protótipos ficarem concluídos o projeto foi abandonado em 1942, já passado a derrota na Batalha da Inglaterra e toda a esperança de uma invasão das Ilhas Britânicas agora que a Alemanha Nazista focava-se no leste europeu. Após o termino da guerra os LWS foram encontrados e levados para o Reino Unido para avaliações. Poucos exemplares foram produzidos.