Em Português  In English
Cruz de Cavaleiro de Cruz de Ferro com Folhas Douradas de Carvalho, Espadas e Diamantes
Página PrincipalIntrodução da Segunda Guerra MundialHolocausto na Segunda Guerra MundialBiografias da Segunda Guerra MundialEventos da Segunda Guerra MundialArmamento da Segunda Guerra MundialMultimédia da Segunda Guerra Mundial

Blackburn Skua

// O Blackburn B-24 Skua era uma aeronave de asa baixa, de dois lugares, monomotor radial operado pela frota britânica de Air Arm e que combinava as funções de um bombardeiro de mergulho e caça.

Características
Tripulação 2
Peso 2.490kg (vazio)
3.730kg (cheio)
Comprimento 10,8m
Altura 4,3m
Envergadura 14,1m
Área Asa 29m²
Motor 1 motor radial Bristol Perseus XII de 905hp
Velocidade 360km/h (máxima)
Alcance 1.300km
Armamento
4 metralhadoras Browing de 7,7mm
1 metralhadora Lewis ou Vickers K montada no cockpit traseiro
1 bomba de 227 kg OU
1 bomba de 113 kg mais 4 bombas de 18 kg OU
8 bombas de 9 kg

 
Desenvolvido após uma especificação do Ministério do Ar, o Blackburn Skua era um monoplano de asa baixa construído de metal com cockpit fechado e trens de aterragem retrácteis. O seu desempenho como avião de caça era comprometido pelo seu fraco motor, o que resultava numa baixa velocidade. Chegava a 362km/h mas ao ser comparado com outros aviões da época, como o Messerschmitt Bf 109 que chegava a 467km/h, era uma aeronave lenta. Foi desenvolvido na década de 30 e foi usado nos primeiros períodos da Segunda Guerra Mundial.
 
Os Skuas têm o crédito da primeira morte confirmada por uma aeronave Britânica: um bombardeiro Dornier Do 18 foi derrubado no Mar do Norte no dia 26 de Setembro de 1939 por três Skuas do 803º Esquadrão Aéreo Naval que descolaram do porta-aviões HMS Ark Royal. Durante a Invasão da Noruega o cruzador alemão Königsberg foi afundado por 16 Skuas comandados por William Lucy. Esse foi o primeiro grande navio a ser afundado por bombardeiros de mergulho mas quando os Skuas dos esquadrões 800 e 803 foram enviados numa tentativa de bombardear o cruzador de batalha alemão Scharnhorst a 13 de Julho de 1940, das 15 aeronaves enviadas, 8 foram derrubadas.
 
Apesar de se sair bem contra bombardeiros na Noruega e no Mediterrâneo, o Skua sofria grandes baixas quando confrontado por caças modernos e assim acabou retirado dos serviços da linha de frente em 1941. A aeronave foi largamente substituída pelo Fairey Fulmar que tinha mais armamento e era cerca de 80km/h mais rápido.

Fonte:
Blog de Bruno Ribeiro Oliveira.


 » Classif.: 
 »  2,95 (330 votos)

Comentários
Código da Validação:




Código da ValidaçãoRefrescar Código

» Regras de Utilização
[Fechar]
TextoMultimédia da Segunda Guerra MundialLoja
Anterior 1/11 Próxima
Opções
Tamanho da letra » A+ / a- Imprimir » Imprimir
Comentar » Comentar Ver Comentários » Ver Comentários
Newsletter
Loja
  Amazon.com

  ebay.com

Estatísticas

Números do Site:
#Artigos: 187
#Multimédia: 772
#Cronologia: 538
Comentários