Em Português  In English
Selo com busto de Adolf Hitler
Página PrincipalIntrodução da Segunda Guerra MundialHolocausto na Segunda Guerra MundialBiografias da Segunda Guerra MundialEventos da Segunda Guerra MundialArmamento da Segunda Guerra MundialMultimédia da Segunda Guerra Mundial

Blackburn Skua

// O Blackburn B-24 Skua era uma aeronave de asa baixa, de dois lugares, monomotor radial operado pela frota britânica de Air Arm e que combinava as funções de um bombardeiro de mergulho e caça.

Características
Tripulação 2
Peso 2.490kg (vazio)
3.730kg (cheio)
Comprimento 10,8m
Altura 4,3m
Envergadura 14,1m
Área Asa 29m²
Motor 1 motor radial Bristol Perseus XII de 905hp
Velocidade 360km/h (máxima)
Alcance 1.300km
Armamento
4 metralhadoras Browing de 7,7mm
1 metralhadora Lewis ou Vickers K montada no cockpit traseiro
1 bomba de 227 kg OU
1 bomba de 113 kg mais 4 bombas de 18 kg OU
8 bombas de 9 kg

 
Desenvolvido após uma especificação do Ministério do Ar, o Blackburn Skua era um monoplano de asa baixa construído de metal com cockpit fechado e trens de aterragem retrácteis. O seu desempenho como avião de caça era comprometido pelo seu fraco motor, o que resultava numa baixa velocidade. Chegava a 362km/h mas ao ser comparado com outros aviões da época, como o Messerschmitt Bf 109 que chegava a 467km/h, era uma aeronave lenta. Foi desenvolvido na década de 30 e foi usado nos primeiros períodos da Segunda Guerra Mundial.
 
Os Skuas têm o crédito da primeira morte confirmada por uma aeronave Britânica: um bombardeiro Dornier Do 18 foi derrubado no Mar do Norte no dia 26 de Setembro de 1939 por três Skuas do 803º Esquadrão Aéreo Naval que descolaram do porta-aviões HMS Ark Royal. Durante a Invasão da Noruega o cruzador alemão Königsberg foi afundado por 16 Skuas comandados por William Lucy. Esse foi o primeiro grande navio a ser afundado por bombardeiros de mergulho mas quando os Skuas dos esquadrões 800 e 803 foram enviados numa tentativa de bombardear o cruzador de batalha alemão Scharnhorst a 13 de Julho de 1940, das 15 aeronaves enviadas, 8 foram derrubadas.
 
Apesar de se sair bem contra bombardeiros na Noruega e no Mediterrâneo, o Skua sofria grandes baixas quando confrontado por caças modernos e assim acabou retirado dos serviços da linha de frente em 1941. A aeronave foi largamente substituída pelo Fairey Fulmar que tinha mais armamento e era cerca de 80km/h mais rápido.

Fonte:
Blog de Bruno Ribeiro Oliveira.


 » Classif.: 
 »  3,01 (315 votos)

Comentários
Código da Validação:




Código da ValidaçãoRefrescar Código

» Regras de Utilização
[Fechar]
TextoMultimédia da Segunda Guerra MundialLoja
Anterior 1/11 Próxima
Opções
Tamanho da letra » A+ / a- Imprimir » Imprimir
Comentar » Comentar Ver Comentários » Ver Comentários
Newsletter
Loja
  Amazon.com

  ebay.com

Estatísticas

Números do Site:
#Artigos: 187
#Multimédia: 772
#Cronologia: 538
Comentários