Em Português  In English
Capacete de médico dos Estados Unidos
Página PrincipalIntrodução da Segunda Guerra MundialHolocausto na Segunda Guerra MundialBiografias da Segunda Guerra MundialEventos da Segunda Guerra MundialArmamento da Segunda Guerra MundialMultimédia da Segunda Guerra Mundial

Paul Josef Goebbels

1897-1945

// Biografia completa do Paul Josef Goebbels.

O mago da propaganda

A personagem mais inteligente e quiçá a mais controversa do círculo íntimo de Adolf Hitler foi um homenzinho coxo, com um pé disforme, dono de uma notável eloquência, que se chamava Paul Josef Goebbels, inventor do que costuma entender-se, em sentido pejorativo, como propaganda moderna.

Nasce a 29 de Outubro de 1897 em Rheyt, Renânia, uma povoação que vivia da indústria têxtil. Veio ao mundo no seio de uma família católica. O seu pai, Fritz, era capataz de uma fábrica local.

Graças a bolsas de estudo diocesanas, da Sociedade de Alberto Magno, Paul Josef pôde receber uma boa educação universitária. Ao contrário da maioria das altas hierarquias do partido Nacionalsocialista, começando pelo próprio Hitler, que eram autodidactas, Goebbels, estudou em oito Universidades: Bona, Friburgo, Wurzburg, Colónia, Frankfurt, Munique e Berlim, para se licenciar em Heidelberg, em 1921. Os seus estudos foram Filosofia, Literatura, História, Artes e Línguas Clássicas.

A sua vocação eram a literatura e o jornalismo, mas não teve sucesso.

Não o abandonaria nunca certa tendência para fantasiar sobre a vida. Apesar de escasso atractivo fisíco, considerava-se um grande conquistador de mulheres e falava-se de cerca de 30 amantes. Nos seus diários, que se conservam, as mulheres ocupam muito espaço; fala delas como um Casanova romântico e entusiasta.

Em Setembro de 1932 contraiu matrimónio com uma divorciada, Magda Quant, que tinha um filho do seu anterior casamento. Com Goebbels teve mais seis. Viveram juntos até ao seu trágico final.


 

Hitler impressionado

Um jovem recém-licenciado, sem trabalho, naquela Alemanha em crise da República de Weimar não tinha muitas oportunidades de abrir caminho. A única porta aberta para Goebbels foi a política. O secretáio de GregorStrasser, que a princípio disputara a Hitler a chefia do NSDAP, tinha que substituir o seu secretário, que se chamava Heinrich Himmler. Deu o posto a Goebbels. Este foi o começo da sua rápida carreira política.

Quando, após muitas desinteligências, Hitler e Strasser se separaram, depois de um polémico encontro em Bamberg, em Fevereiro de 1926, Goebbels ficou com Hitler, e desde então passou a ter a adoração própria dos convertidos. Em Outubro daquele mesmo ano, Hitler recompensou-o nomeando-o gauleiter de Berlim (chefe de distrito). Fazia então vinte e nove anos. Num só ano tinha passado de escritor inédito a líder nazi.

A sua primeira acção foi fundar o órgão de propaganda do partido, Der Angriff (O Ataque). Há quem atribua a rápida ascensão de Hitler ao génio propagandístico de Goebbels, e não há nisto exagero. Sabia como mobilizar as massas, intoxicá-las e pô-las em acção. Além disso era um grande trabalhador.
 

Anterior 1/2 Próxima
 Veja o texto completo do artigo.



 » Classif.: 
 »  3,00 (46 votos)

Comentários
Código da Validação:




Código da ValidaçãoRefrescar Código

» Regras de Utilização
[Fechar]
TextoMultimédia da Segunda Guerra MundialLoja
Anterior 1/8 Próxima
Opções
Tamanho da letra » A+ / a- Imprimir » Imprimir
Comentar » Comentar Ver Comentários » Ver Comentários
Newsletter
Loja
  Amazon.com

  ebay.com

Estatísticas

Números do Site:
#Artigos: 187
#Multimédia: 772
#Cronologia: 538
Comentários