Em Português  In English
7 de Dezembro de 1941 - Japão declara guerra aos Estados Unidos
Página PrincipalIntrodução da Segunda Guerra MundialHolocausto na Segunda Guerra MundialBiografias da Segunda Guerra MundialEventos da Segunda Guerra MundialArmamento da Segunda Guerra MundialMultimédia da Segunda Guerra Mundial

Timor-Leste

(ex-)colónia de Portugal

// Informações sobre a colónia portuguesa durante a segunda guerra mundial.

Depois de uma espectacular conquista da Malásia, do arquipélago da Indonésia e do Sul do Pacífico após o ataque a Pearl Harbor, os japoneses iniciaram a invasão da ilha de Timor a 20 de Fevereiro de 1942, que na altura era dividida por duas potências coloniais, a Holanda a ocidente e Portugal a Leste.

Timor-Leste era considerado um ponto estratégico para as forças japonesas por forma a travar uma possível ofensiva proveniente da Austrália, a poucos quilómetros da colónia portuguesa.

A invasão de Timor-Leste foi feita a partir de Kupang e Dili, tendo-se deparado com uma resistência muito forte. Na ilha de Timor existia a Sparrow Force que consistia na sua maioria em soldados australianos do 2/40º Batalhão e da 2/2ª Companhia Independente. Tal força tinha sido deslocada, cordialmente, de Timor Ocidental (Timor Holandês) para a então colónia portuguesa apesar de o governo português ter apresentado algumas objecções.

Os japoneses controlavam tanto o espaço aéreo como o marítimo, acabando grande parte do 2/40º Batalhão australiano por se render. Contudo, a 2/2ª Companhia Independente conseguiu escapar e continuou a luta, muito graças ao extraordinário auxílio prestado pelos timorenses.

Para além dos nativos prestarem ajuda aos australianos em termos de alimentação, abrigo, transporte de equipamento pesado e preparação de emboscadas, o terreno montanhoso de Timor oferecia também boas condições para a guerrilha, correspondendo a uma clara vantagem das forças australianas face às japonesas.

Os portugueses existentes em Timor-Leste também prestaram um certo auxilio à guerrilha, na medida em que, sendo Portugal um país neutro, esses portugueses tinham o direito de manter a ordem na colónia.

No dia 23 de Setembro de 1942, durante o desembarque de mantimentos e a evacuação dos feridos em Betano, o HMAS Voyager encalhou, tendo acabado por ser atacado por um avião japonês. Sendo impossível de ser rebocado, os australianos destruíram-no completamente para evitar que os japoneses o capturassem e o usassem.

Mais tarde, a 2/2ª Companhia foi substituída pela 2/4ª Companhia Independente que acabou por ter uma relação mais afastada da população timorense, uma vez que, entretanto, os japoneses já os haviam aterrorizado, forçando-os a não prestarem auxílio aos australianos. Os japoneses fizeram, igualmente, com que os timorenses do lado ocidental convencessem os timorenses do lado português a deixar de auxiliar os australianos. Para além disso, os japoneses tentaram deteriorar as relações entre os timorenses e a administração portuguesa. Em Outubro, o controlo dos portugueses havia sido praticamente eliminado e em Novembro os japoneses ordenaram a captura de todos os portugueses presentes na ilha.

Os cerca de 700 comandos australianos e a população local acabaram por conseguir forçar a retirada dos 30.000 soldados japoneses até ao final do ano. Durante o ano de 1942, os japoneses tiveram as seguintes forças na antiga colónia portuguesa:


 
  • 38ª Divisão de Infantaria
  • 48ª Divisão de Infantaria
  • 1º Regimento de Infantaria da Formosa
  • 2º Regimento de Infantaria da Formosa
  • 47º Regimento de Infantaria
  • 228º Regimento de Infantaria
  • 1º, 2º e 3º Batalhões do 228º Regimento de Infantaria
  • 1º Batalhão de Artilharia de Montanha

No final da Segunda Grande Guerra foram contabilizadas 40.000 timorenses mortos.




 » Classif.: 
 »  2,80 (25 votos)

Comentários
Código da Validação:




Código da ValidaçãoRefrescar Código

» Regras de Utilização
[Fechar]
TextoMultimédia da Segunda Guerra MundialLoja
Anterior 1/5 Próxima
Opções
Tamanho da letra » A+ / a- Imprimir » Imprimir
Comentar » Comentar Ver Comentários » Ver Comentários
Newsletter
Loja
  Amazon.com

  ebay.com

Estatísticas

Números do Site:
#Artigos: 187
#Multimédia: 772
#Cronologia: 538
Comentários